Bem Vindos ao blog da Manú. Este espaço é para os amigos, papais e mamães que perderam seus anjinhos!

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Até Eu vir buscá-lo outra vez!

Autor Desconhecido - Retirado do Blog "Jóia Preciosa"



"Emprestarei a vocês este filho querido
Por um tempo" - ouvimos Deus dizer -
"Para que o amem enquanto tiver vivido,
E o chorem se vier a morrer."

"Talvez por dois anos, quatro, ou cinco até,
Ou quem sabe, chegue a vinte e três,
Seja o que for, Meu pedido agora é:
Podem cuidar dele até eu vir buscá-lo outra vez?"

"O seu jeito de ser lhes trará horas gostosas,
E se sua estadia acaso mui breve for,
Vocês ficarão com lembranças preciosas,
Como um consolo para a vossa intensa dor."

"Que ele ficará com vocês, não posso prometer,
Já que tudo, da Terra, precisa voltar,
Porém há lições para ele aí aprender,
Que de outro modo nunca iria assimilar."

"Eu procurei por todo o mundo, a buscar,
Pessoas aptas que pudessem ensiná-lo,
E das multidões que estão na vida a caminhar,
Achei que só vocês poderiam ajudá-lo."

"Será que poderiam dar a ele todo o amor,
Sem pensarem ser trabalho em vão,
E nem se ressentirem contra Mim quando Eu for
Aí buscá-lo, para tê-lo comigo então?"

"Creio haver ouvido de vocês a oração:
Amado Senhor, seja feito o Teu querer;
Pelo gozo que este filho possa trazer então,
Correremos o risco de tal dor sofrer."

"O cobriremos de amor, terno e permanente;
A ele vestiremos de carinho e bondade;
E a Ti ficaremos gratos agora e eternamente,
Pois nos fizeste conhecer felicidade."

"E se chegar a hora que o quiseres chamar,
Antes até do que havíamos planejado,
A dor que virá, procuraremos enfrentar,
E compreender que isto foi o Teu cuidado."


domingo, 30 de janeiro de 2011

Para quem perdeu um filho(a)

Dedico este anjinho a cada mamãe que perdeu seu filho(a).


Antes de engravidar, ou até mesmo durante a gravidez, nunca parei para pensar nas pessoas que perdem ou perderam seus filhos... eu era como todos, ou a grande maioria das pessoas, que se importa sempre consigo mesma e não repara na pessoa do lado.
Quer dizer, como eu nunca havia passado por isso, pra mim era uma coisa que parecia bem distante, então não se preocupava.
Mas, a partir do momento em que vivenciei essa dor, esse sofrimento, comecei a reparar que há muitas pessoas que também estão passando ou já passaram por esse sentimento da perda de um filho amado. E o quanto isso é doloroso para todos, mas principalmente para as mães!

Há as que perderam um filho há muito tempo, as que assim como eu passou por isso a pouco tempo, no meu caso há quase cinco meses atrás, e há ainda as que estão passando por isso agora, ou há poucos dias atrás... O que tem de mais comum nisso tudo é que, assim como para as que perderam um filho a mais de uma década, como para essas mãezinhas que acabaram de perder seus anjos, a dor é igual, é imensa, é infinita...
Não dá pra medir a dor de uma ou de outra, porque independente do tempo, essa dor é incurável. É uma marca que fica dentro de nós para sempre, como uma tatuagem ou uma cicatriz.

Hoje eu consigo ver que a todo instante uma mãe chora pela perda de seu filho, e falo não só de anjinhos, mas de filhos já crescidos, as vezes já casados, com filhos, netos... enfim, filho é filho, e não importa com qual idade eles se vão, porque eles sempre nos deixam órfãos... órfãos de amor, de amizade, de carinho, de um sentimento maior que o mundo, de um sentimento que não se mede, que não se compara com nada neste mundo.

Dedico este anjinho a todas as mães, para que possam ser abençoadas, para que não percam sua fé, para que seus caminhos sejam iluminados por Deus, porque só Ele é quem sabe o porque de tudo isso ter acontecido em nossas vidas, e só Ele é quem pode nos dar a paz e o consolo ao nosso coração!

Fiquem em paz amigas... nosso sofrimento é grande, mas nossos filhos, nossos anjos estão melhor agora, e estão melhor onde estão... com nosso Senhor Jesus Cristo!

sábado, 29 de janeiro de 2011

Você me faz falta!

Autor Desconhecido / Retirado do Blog "Sentimentos - Coisas da Vida"

O tempo passa mais devagar,
As coisas já não andam como sempre,
A distância que existe me incomoda,
E o sofrimento em peito é presente.

Sinto falta do carinho, da ternura,
De palavras brandas, das risadas,
Das horas que eram perdidas,
E agora tanto me fazem falta.

Ah! Sentimento que incomoda,
Faz o coração bater acelerado,
Sem rítimo, frenético, descompassado,
Por sentir saudades sua.


Não me faz sofrer desse jeito,
Não me deixe com essa angústia,
Tira essa dor do meu peito,
Arranca essa saudade maluca.

Você que é importante,
Só me ama não maltrata,
Vê em meu olhar distante,
Que você me faz falta.

Volta logo, vem pra perto,
Vem matar esse desejo,
Manda embora essa saudade,
Com carícias, abraços e beijos.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Queria você de volta!

Filha, sei que é egoísmo meu dizer isso, mas é que a falta que você me faz é enorme e sem fim. Queria tanto você de volta, queria você perto de mim... queria te proteger, te alimentar, te dar amor! Queria tanto ouvir você me chamar de mãe! Faltaria pouco pra isso, porque você já estaria com cinco meses de idade, e com certeza já estaria bem esperta!

Se pudesse voltar no tempo... que faço eu pra te ter comigo? A unica coisa que me ocorre à mente seria a morte, mas acho que ainda não cumpri meu papel neste mundo, aliás, ainda nem descobri qual é esse papel. Talvez esta seja a unica alternativa para ter você comigo!
Mas Deus sabe de tudo, Deus sabe qual vai ser o momento certo de nos reencontrarmos e ficarmos juntas para sempre.
Enquanto isso não acontece, me ajuda filha... me ajuda a não perder a fé, a não cair, a seguir em frente e viver minha vida, com seu pai, com toda nossa familia!

Tenha certeza de que você sempre será lembrada por nós e será sempre muito amada. Em todos os lugares que estiver, você estará presente; em cada criança verei você; a cada musica, uma melodia soará e sua lembrança virá em minha mente!

Te amo muito minha estrelinha... brilha forte aí no céu, ilumina a todos ao seu redor e faça sua luz durar por toda eternidade! Te amo.


terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Há um ano atras...

Não sei precisar exatamente a data, mas, há mais ou menos um ano atrás você estava sendo gerada, filha. Foi em janeiro que tive você começando a brotar dentro de mim... algo que iria mudar minha vida completamente, pois não foi uma coisa que planejei, mas que desejei  muito e que vivi os sete meses maravilhada com a possibilidade de te ter em meus braços, de um dia ouvir você me chamar de mãe!

Eu só tive a confirmação da minha gravidez em março, mas eu já sabia que você estava ali... que mulher não sabe quando está grávida ou não?! Os sintomas estavam ali, era só confirmar com um exame... e foi confirmado!

No inicio fiquei um pouco preocupada, devido as minhas condições, mas logo tratei de curtir essa gravidez assim como toda a familia. Só que a mamãe achava que você era um menininho, e já te chamava de "Pedrinho"... não era um nome oficial, mas era porque eu realmente achava que você era um menino, e também porque no inicio eu queria que fosse um.
Mas com o ultrassom veio a noticia de que você era uma linda menininha.... fiquei meio tonta na hora com a noticia, mas já saí de dentro do hospital com um brilho nos olhos... você já tinha me conquistado naquele momento!

Teria sido o melhor ano da minha vida... sua gravidez, seu nascimento, minha união com seu pai. Enfim... mas infelizmente as coisas não ocorrem como a gente quer, do jeito que planejamos!

Hoje estou sem você. Não tenho mais todos aqueles sonhos, aqueles projetos de vida que tinha pra gente, pra nossa familia. Voltamos a estaca zero.
Voltamos a construir tudo de novo, a planejar tudo de novo... a sonhar tudo de novo? Não sei... acho que não tenho mais sonhos! Tenho expectativas... expectativas de um dia voltar a engravidar, de te dar um irmãozinho(a)... de não acontecer tudo de novo!

Tenho que esperar...

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Sentimentos Ocultos

Quando você vê uma mulher alegre, sorrindo, brincando, agindo naturalmente, não pense que as coisas estão tudo bem, que nada está abalando aquela pessoa. Principalmente se esta mulher é uma mãe de anjo.

As pessoas que me vêem podem até achar que estou bem, que já superei minhas tristezas, que estou pronta pra outra. Mas ao contrário disso, não.... eu não superei, eu não estou bem, ou pelo menos não estou 100%, e nunca mais estarei.

Acho que consciente ou inconscientemente eu disfarço meus sentimentos, tento negar o que sinto de verdade e me "mascaro" atrás de um sorriso, sendo que dentro de mim ainda dói, está machucado, sangrando! Não posso dizer que estou da mesma forma que estava a quase cinco meses atrás, quando perdi meu anjinho... Graças a Deus estou bem melhor do que aquela época, mas isso não quer dizer que esqueci tudo que passei.

Meus verdadeiros sentimentos estão guardados dentro de mim, mas para as pessoas tento mostrar algo diferente, tento me mostrar alegre, eu saio, eu brinco com todos.
As pessoas não entenderiam se ainda hoje demonstrasse o meu luto e não me aguentariam, porque ninguém aguenta por muito tempo. Elas te apóiam no inicio, mas depois acham que isso tem que passar, sendo que não passa e só quem realmente passa por isso pode entender. 

Por isso, tomem muito cuidado ao falar ou fazer algo com uma mulher, principalmente se ela for a mãe de um anjo, porque ela não vai te falar, ela não vai demonstrar, mas dentro dela o que você fizer ou disser poderá tê-la magoado profundamente!

Música: "Noites Traiçoeiras"

Musica de Padre Marcelo Rossi - Retirado do site "Vagalume"


Deus está aqui neste momento
Sua presença é real em meu viver
Entregue sua vida e seus problemas
Fale com Deus, Ele vai ajudar você.

Deus me trouxe aqui
Para aliviar os teus sofrimentos
É Ele o autor da Fé
Do princípio ao fim
De todos os seus tormentos.

E ainda se vier noite traiçoeira
Se a cruz pesada for, Cristo estará comigo
E o mundo pode até
Me fazer chorar
Mas Deus me quer sorrindo .

E ainda se vier noite traiçoeira
Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo
E o mundo pode até
Fazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo.

Seja qual for o seu problema
Fale com Deus, Ele vai ajudar você
Após a dor vem a alegria
Pois Deus é amor e não te deixará sofrer.

Deus me trouxe aqui
Para aliviar os meus sofrimentos
É Ele o autor da Fé
Do princípio ao fim
De todos os meus momentos.

E ainda se vier noite traiçoeira
Se a cruz pesada for, Cristo estará comigo
E o mundo pode até
Me fazer chorar
Mas Deus me quer sorrindo .

E ainda se vier noite traiçoeira
Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo
E o mundo pode até
Fazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo.

Mas Deus te quer sorrindo
Mas Deus me quer sorrindo.


sábado, 22 de janeiro de 2011

∿Aonde Deus esconde os anjos?∿

Autor desconhecido, postado por Leid Resende / Retirado do Blog "Mulher de Dezesseis"


No dia em que Deus resolveu criar os homens.. e eles rapidamente se multiplicaram... e era esse o Seu desejo, logo percebeu, que não podia tomar conta de todos ao mesmo tempo ... Decidiu velozmente, porque a mente de Deus é rápida e infinita ... distribuir tarefas...
E quem as faria ?

Deus, tão ocupado em tudo o que faz... não tinha paz ... e como tudo Ele pode, como tudo Ele sabe, sabiamente resolveu criar os anjos ... e os arcanjos e os querubins. Almas de alegria infinita, ilimitada, como é o nosso tempo... Mas com tanta gente... e cada um com dificuldades diferentes, a cada dia enigma maior, outras de segundo plano,como ...crianças a correr, picadas de cobra, pedra que rola, trovão que estoura.. um problemão !

O que fazer?
Distribuir tarefas... pensou Deus. E deu a cada um dos seus anjos o que fazer... Graduados e aprumados em suas aladas figuras, de magnífica transparência... Puros e belos por excelência... saíram a voar, a arremessar... a procura da pobre criatura... Os homens... felizes a principio bem usaram e, como sempre abusaram... a todo instante, não davam sossego! Alguns, ainda pediam o necessário... o merecido... mas outros... também pediam:

- meu anjo... olha por mim, sem que ele mesmo cuidasse de si ...
- cuida do meu filho, sem que o filho ao menos olhasse para o pai...
- fala com Deus... pede a Ele uma casa...
-não quero mais isso aqui, é feio e velho, não gosto mais ...
- quero aquilo ali (um pedaço de ouro !)
- assim não está bom...
- etc...

Coitados dos anjos ... não sabiam mais que o fazer... e começaram a padecer... Tristes e cabisbaixos andavam, voavam...volitavam ... daqui para lá e de lá para cá...
Oh ! Tristeza sem fim... o que vai ser de mim?
Perguntavam-se ... o que vou dizer a Deus ? Como vou explicar?
Se nada é o suficiente ou o bastante e ainda, nem posso ajudar?

Mesmo para os anjos, não adiantava por os bois diante da carruagem ... mesmo com toda linhagem. Deus, vendo a tristeza dos anjos e a sagacidade, astúcia e cobiça dos homens ... tomou uma resolução. Resolveu, então... tirar os anjos de circulação!
E como fazer?
Para os que mereciam, atender?
Grande decisão... de enorme compaixão... pelos anjos e pelos homens... Resolveu, que iria os anjos esconder... Num lugar, que ninguém poderia ver... ninguém mais veria os anjos... ninguém mais atrapalharia seus afazeres... Ao seu bel-prazer... assim poderiam ajudar... o seu verdadeiro trabalho realizar... Àqueles que mereciam e precisassem de ajuda realmente... E apagou da memória e da mente dos homens o convívio com os anjos...
E agora? Eles existem? Ninguém sabe... ninguém viu ... Mas sabem, os puros de alma ... da existência de tais criaturas...

Porque Deus disse :
"Que só os encontrariam, aqueles puros de coração... que tivessem amor, compreensão e amizade por seu irmão".

E esse abençoado... é que poderia, ajuda do seu anjo receber... E determinou, e assim ficou determinado, que cada anjo cuidaria só de um ... Que cada homem um anjo existiria, ficando ele ali de prontidão... Mas só o encontraria, no fundo do seu coração... Porque é lá que Deus esconde, nosso anjo de plantão!


A nossa vida!

Autor Desconhecido / Retirado do Blog "Princesa"


Se pudéssemos ter consciência da importância da
nossa vida, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.
Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão. Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que,
pétala por pétala, tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.
Mas a gente não sabe adivinhar. A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros. Entristecemos-nos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos. Perdemos dias, às vezes anos. Calamos-nos quando deveríamos falar; falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio.
Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação.
Não damos um beijo carinhoso, porque não estamos acostumados com isso e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.
E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos ou achamos que não temos suficiente. Cobramos. Dos outros. Da vida. De nós mesmos. Consumimos-nos. Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente.
E se experimentássemos comparar nossa vida com aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença. E o tempo passa... Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa. Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás. E então nos perguntamos: E agora?
Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos.
Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso. Não olhe para trás. O que passou, passou.O que
perdemos, perdemos. Olhe para frente!


sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Ainda não foi desta vez!

Filha, não foi desta vez que a mamãe conseguiu um emprego... fiz a entrevista, mas fui dispensada!
Mas a mamãe não vai desistir, vou continuar tentando, até conseguir!

A mamãe quer muito mudar de vida, quer dizer, quero que as coisas voltem a acontecer, que as portas voltem a se abrir, e que dê tudo certo novamente!

Esse tem que ser o ano da virada, da volta por cima. E preciso muito do seu apoio meu amor. Ajuda a mamãe a vencer!

Te amo muito, minha estrela!

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Nossas crianças





A casa está cheia de crianças... até um tempo atrás, minha mãe reclamava que não tinha nenhum neto, que não queria morrer sem ter visto eles nascerem.
Hoje, ela e meu pai tem três netinhos lindos: A Julia, que tem um ano, minha pequena estrelinha, Manuela, que hoje é um anjinho de Deus, e o Miguel, de quase três meses.

É incrível o poder que tem as crianças... principalmente quando elas tem avós tão corujas como são os meus pais! Nossas vidas mudaram totalmente com a chegada deles.
Infelizmente falta uma, a minha pequena... mas que é sempre lembrada por todos nós, inclusive pela Julia, que chama pelo nome da prima o tempo todo!

Vocês são bençãos em nossas vidas, são anjos enviados por Deus para que trouxessem luz para o nosso lar. E tanto aqui em baixo, como lá de cima, estarão sempre trazendo o melhor de Deus para cada um de nós!


18 de Janeiro de 2011 - Hoje você estaria com Cinco meses

1Meu Deus, como o tempo passa rápido! Olho pra trás e ainda vejo eu indo pro hospital, lembro de você naquela incubadora, tão pequena, frágil... Vejo a minha dor, o meu desespero misturado com tristeza, como se meu mundo tivesse acabado no dia em que você se foi.... e já se passaram cinco meses desde então!

Cinco meses... mais um pouco e você já estaria com um aninho de idade, já estaria andando, falando algumas coisas... com certeza estaria aprendendo a me chamar de mãe! Ah que falta você me faz!

Que falta faz aquilo que não vivemos, que não tivemos juntas. Que falta faz o amor não dado e o amor não recebido... Que falta faz o tempo que passou, mas que na verdade não passou... pelo menos não passou pra mim, porque estou só, sem você, e isso é como se nada do que eu vivi antes, quando estava grávida de você, tivesse acontecido.

Hoje seria o quinto mês de muita alegria em minha vida... vida esta que estaria tão diferente do que está hoje. Como as coisas podem mudar assim, do dia pra noite? Como que sonhos podem ser interrompidos sem pelo menos que se tenha um aviso prévio? Como se acostumar a isso? Será que posso me acostumar um dia?

Não posso ficar me fazendo essas perguntas, pois acho que nunca poderão ser respondidas, e ficar com isso na cabeça só vai fazer piorar tudo isso! Não quero e não vou ficar triste, porque mesmo não tendo você aqui comigo, você existiu na minha vida, e permanecerá para sempre ao meu lado, e isso é o que importa agora.

Hoje também é o aniversário da vovó... imagine, seriam duas comemorações... mas uma delas não podermos comemorar hoje... nem nunca!

Filha, a mamãe nunca vai cansar de falar, de repetir... eu te amo muito, eu sinto muito sua falta. Eu queria ter você comigo, mas Deus há de consolar meu coração e quem sabe um dia poderei tirar um pouco desse vazio dentro de mim com um novo filho(a).

Te amo pra sempre, minha estrelinha!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Tomando coragem!

Meu anjo, a mamãe quer fazer uma homenagem pra você, fazendo uma tatuagem. Era até pra isso ter acontecido ontem mesmo, mas preferi deixar passar mais uma semana, pra tomar coragem...rsrsrs, e também pra escolher uma imagem de anjinho bem lindo pra poder fazer a tatoo junto com seu nome.
Quero deixar sua marca em mim por toda minha vida!

Queria também que seu pai fizesse uma tatuagem, mas ele não gosta muito dessas coisas. O que não quer dizer que ele não te ame, ao contrário, ele te ama demais... e tem muitos porta retratos seus espalhado no quarto dele.

Bem, meu amor... em breve a mamãe terá sua marca para sempre no corpo. E espero que você goste da minha homenagem!

Mamãe te ama para sempre!

domingo, 16 de janeiro de 2011

Desabafo de uma mãe!

Escrito pela Pat, mamãe da Ritinha | Enviado por e-mail

Tem tanta coisa que uma mãe órfã de filho sente no coração. Tantas coisas passam pela cabeça. Coisas que antes eram tão importantes, hoje já são sem significado algum. A dor de perder um filho é tão enorme que parece que é só a gente que tá sofrendo. Parece que todos caminham de forma natural e que o tempo está passando, e está! Enquanto nós paramos no tempo. Paramos naquele dia em que devolvemos nossos filhos a Deus. Paramos naquele dia em que demos a luz e que sentimos a pele de nossos filhos, e aí olhamos para o céu e agradecemos a Deus pelo presente divino que Ele nos deu. Paramos e lembramo-nos de momentos que nem sequer tivemos, mas que nos fazem tanta falta. Faz falta o sorriso, faz falta amamentar, faz falta ouvir chorar, faz falta trocar, faz falta banhar, faz falta conversar. Muito mais coisas fazem falta e farão falta. Muitos sonhos, muitos planos. E o que nos resta é olhar. Olhar a vida passar. Olhar o berço vazio, as roupinhas, os sapatinhos, a decoração do quarto. 
É como se esse filho fizesse parte da nossa vida há muitos anos. E por sua partida a casa ficou vazia. Esta casa tão pequena que quase não cabe mais nada. Está enorme. Um vazio tão grande. Aí a gente passa a mão na barriga murcha sentido falta daquele barrigão lindo, e percebe que onde estava o pezinho de nosso bebê ainda é dolorido, e por isso a gente pede a Deus pra essa dorzinha nunca passar, pois é motivo de matar a saudade de quando a gente brincava. 
Dá até para imaginar o sorrisinho de nossos bebês quando fazíamos cócegas e eles respondiam. Apesar de estarem na barriga, a nossa imaginação vai longe nesses momentos. Ficamos imaginando, como vão ser? Quem vai puxar? Será grande? E  gordinho? Toda essa emoção se concretiza no dia do nascimento. E tudo o que você sonhava é superado. É muito mais do que esperamos. É amor verdadeiro. é amor puro. E aí a gente olha para nossos filhos e dizemos: Que Deus te abençoe por toda sua caminhada de vida! E nem imaginamos que essa vida toda será tão curta! 
Quem nunca passou, pode julgar, pode pensar o que quiser. Eu só seu que uma mãe que perdeu um filho NUNCA MAIS SERÁ A MESMA
Depois de ler tudo isso, pense bem se a sua unha encravada é realmente um problema! Ela pode ser curada. Pense bem se sua conta atrasada é realmente um problema! Ela pode ser paga. Pense bem se um amor mal resolvido é realmente um problema! Ele pode ser resolvido! 
Agora um filho devolvido nunca mais poderá ser reclamado! Simplesmente não volta! Não tem resolução! Sendo assim, só Deus para nos levar no colo e nos consolar! Aquele ditado é realmente verdadeiro: DAMOS UM JEITO PARA TUDO! MENOS PARA A MORTE!
Aliás, a única certeza que temos na VIDA é que a MORTE é o destino de todos. É ilário, não aprendemos nunca a aceitá-la! 




sábado, 15 de janeiro de 2011

Mensagem do meu anjo

Autor: Paulo Roberto Gaefke - Retirado do Site "Meu anjo"

Permita-me...

Permita-me pegar na sua mão e carinhosamente te conduzir pela estrada da vida, mostrando aqui e ali pedaços de sua própria existência.

Lembra-se do seu nascimento?
Possivelmente não. Quando você nasceu, milhares de anjos acompanharam seu parto e seguiram com você pelos primeiros anos de sua vida, sendo guiados por Deus para que não te faltasse proteção nos momentos de maior risco, e assim, você superou doenças como a catapora, a rubéola, diversas gripes e inflamações de nariz, garganta, ouvido, febre dores diversas, mas sempre assistido pelos anjos.

Lembra-se do seu primeiro dia na escola?
Você se sentiu sozinho?
Abandonado?
Nesse dia, todos os anjos que te acompanharam desde o nascimento estavam ali, firmes, felizes e fazendo festinha com você, te apoiando nesse passo tão importante, por isso você ficou na escola, por isso foi descobrindo coisas agradáveis naquele lugar que a cada dia se parecia mais com a sua própria casa.

Lembra do primeiro amor?
Você se lembra de ter sentido aquele calorzinho gostoso ao olhar para alguém e que seu olhar parecia só querer olhar para aquela pessoa?
Ah! que momento maravilhoso, que os anjos assistiam maravilhados e tocados pela energia desse amor puro e doce.



Venha agora ver o seu primeiro beijo, meio desajeitado é claro, mas quantas energias, quantas surpresas nesse encontro de milhares de emoções, lembra do seu coração disparado? Nesse momento, os anjos fecharam os olhos para te deixar mais a vontade, mas mesmo assim, estavam presentes e felizes com sua emoção.

Um dia, a decepção bateu na sua porta, a dor, essa “instrutora dura” te mostrou de maneira muito marcante que sofremos, que nosso coração sofre com desenganos, com ciúme, com traições e até com sonhos desfeitos. Nesse dia, os anjos se reuniram e fizeram um pacto, resolveram te cercar ainda mais com carinho e atenção, pois a partir dessa primeira experiência com a dor, eles sabiam que você iria sentir mais vezes essa emoção que apesar de dura e difícil, é necessária para a correção de caminhos, de atitudes, e é puro ensinamento.

Nesse dia, em que a dor te visitou pela primeira vez, você não viu, mas os anjos que te acompanham viram que do céu desceu uma luz muito suave, que banhou todo o seu ser, que tentou de todas as maneiras tocar seu coração, tentou por muitas vezes acalmar seu desespero, e mesmo sem você perceber, essa luz foi te consolando, foi te amparando, foi te trazendo de volta para a realidade, foi te mostrando que após a dor pode existir um caminho florido, um caminho mais fácil de seguir, pois com a dor que você sentiu, você acabou descobrindo o que fazer para não sofrer mais com aquela situação. Essa é a missão da dor, ensinar onde o amor não consegue mostrar a verdade.

Essa luz que te ajudou nesse momento de maior dor, é claro que é Jesus, que no seu infinito amor por você, está sempre presente em sua vida para te dizer o quanto te ama, o quanto te quer bem e acredita em você.
Que essa luz te banhe hoje e sempre, com o infinito amor e paz!

Eu acredito em você!


sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

A minha estrela

Autor Desconhecido - Retirado do site "Klick Escritores"

E eu disse - Vai-te, estrela do Passado!

Esconde-te no Azul da Imensidade,
Lá onde nunca chegue esta saudade,
A sombra deste afeto estiolado.

Disse, e a estrela foi p'ra o Céu subindo,
Minh'alma que de longe a acompanhava,
Viu o adeus que do Céu ela enviava,
E quando ela no Azul foi-se sumindo,

Surgia a Aurora - a mágica princesa!
E eu vi o Sol do Céu iluminando.
A Catedral da Grande Natureza.

Mas a noite chegou, triste, com ela
Negras sombras também foram chegando,
E nunca mais eu vi a minha estrela.


Eu sou o teu Anjo




quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Energias e pensamentos positivos, que tudo vai dar certo!

Filha, a mamãe precisa muito de sua ajuda, de sua intercessão para que as portas comecem a se abrir e tudo possa dar certo na minha vida... nas nossas vidas!

A mamãe está procurando emprego, e precisa de muita energia positiva e confiança para que possa dar tudo certo! Preciso voltar a confiar em mim mesma, confiar que tenho capacidade e força pra voltar a me reerguer e fazer com que meus planos possam se concretizar.

Esse tem que ser o ano da mudança, da superação... o ano que a mamãe vai dar a volta por cima das dificuldades, das tristezas, dos impedimentos de nossa familia se tornar realidade, de sermos felizes, pelo menos um pouco!

Interceda pela mamãe, meu anjinho. Tenho certeza de que você está sempre ao meu lado, e vai me dar apoio pra que possa passar por qualquer coisa, e conquistar tudo aquilo que idealizamos quando estava grávida de você, e sonhava pra te dar.

Tudo vai dar certo pra gente, meu amor... te amo!

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Manuela, minha estrelinha!


Minha menina estrela, estrela menina... que brilha forte no infinito, que ilumina todos por onde passa, que alegra as pessoas e contagia com sua beleza, simpatia e delicadeza.
Minha filha, minha Manuela... minha estrela maior! TE AMO.


domingo, 9 de janeiro de 2011

Filha, a mamãe sempre vai estar ao seu lado!



Não importa onde eu estiver, como estiver, nem com quem vou estar!
Não importa o tempo, o lugar, a hora...

Não importa se vou estar feliz, triste, serena...
se vou estar rodeada de gente, ou se vou estar só!
Não importa se vou estar bem velhinha.
Muito menos se vou ter vários filhos, ou um só... você!

Eu vou sempre estar ao seu lado...
Vou sempre lembrar de você, te amar!

A mamãe sempre vai ser a sua mamãe e nunca, ninguém, vai poder tirar isso de mim!
Ninguém nunca vai poder tirar VOCÊ de mim, pois você habita um lugar que só você tem acesso, e ali você terá morada eterna, meu anjinho.


Que falta você me faz!



Autora: Silvia Munhoz - Retirado do site "silviasite"

No dia que amanhece,
na noite que chega...
Que falta você me faz!

Na lembrança que volta,
na saudade que aperta...
Que falta você me faz!

Na lágrima que corre,
no lenço que a seca...
Que falta você me faz!

No coração que só bate,
no desejo que teima...
Que falta você me faz!

Nas noites que passo acordada,
nos dias em que fico calada...
Que falta você me faz!

Na sua demora em voltar,
no seu silêncio de morte...
Que falta você me faz!
Que falta!


sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Nossa anjinha... sempre nos guardando!

Esta imagem foi criada pela Pat (mãe da Rita) e pelo Felipe (pai da Anita).

Nossos anjinhos, são como nossos anjos da guarda, que estão sempre nos guiando protegendo! Está sempre perto do papai e da mamãe.

Te amamos, meu anjinho!


Para Refletir!!

Autor Desconhecido - Retirado do perfil do orkut de Mayra



'Chico Xavier costumava ter em cima de sua cama uma placa escrita: "Isso também passa". Aí perguntaram para ele o porque disso. E ele disse que era para quando estivesse passando por momentos ruins, poder se lembrar de que eles iriam embora. Que iriam passar. E que ele teria que passar por aquilo por algum motivo. Mas essa placa também era para lembrá-lo que quando estivesse muito feliz, não deixar tudo para trás e se deixar levar, porque esses momentos também iriam passar e momentos difíceis também viriam de novo. 

E é exatamente disso que a vida é feita: momentos.. Momentos os quais temos que passar, sendo bons ou não, para o nosso próprio aprendizado. Por algum motivo nunca esquecendo do mais importante: nada é por acaso. Absolutamente nada. Por isso temos que nos preocupar em fazer a nossa parte, da melhor forma possível. A vida nem sempre segue o nosso querer, mas ela é perfeita naquilo que tem que ser.'


"Depois de algum tempo você aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distancias, e o que importa não é o que você tem na vida, mas QUEM você tem na vida."
 W. Shakespere!!!


quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Aniversário do Papai

Filha, hoje dia 06/01, é aniversário do seu papai, Luiz. 



O papai é uma pessoa muito boa... um pouco cabeça dura as vezes, mas quem não é, né mesmo? A mamãe mesmo também é de vez em quando!

Esteja sempre perto dele também, assim como você sempre está comigo. Ele te ama muito filha e, da maneira dele, sofre assim como eu.

Ajude com que ele seja sempre feliz filha, nunca nos abandone, porque iremos te amar pra sempre! Visita ele sempre, pois ele vai se sentir muito bem!

Nós te amamos, minha florzinha!


Encontro com pais de anjinhos

Conforme falado em postagem anterior, houve o 1° Encontro de Mamães e Papais de anjos, também relacionado com o novo blog "EMPA", que foi criado a partir desse encontro.

Os papais da Anitinha,  a Bárbara e o Felipe que são do Sul, vieram pra São Paulo passar a virada do ano, e ficaram hospedados na casa da Pat e do Jadilson, que são pais da Ritinha e que moram aqui em Guarulhos, onde também moro.

Hoje pude me encontrar com eles, e foi um dia muito legal. Como disse, encontros como estes são bom pra todos, pois pudemos conversar sobre nossos anjinhos, falar de nossas perdas, até porque foi isso que nos uniu e fez com que nos conhecêssemos. Pode-se dizer que foi como uma terapia, porque ali estávamos de igual para igual, quer dizer, um conhece a dor do outro porque todos passaram por isso, e assim nos entendemos muito bem.

(Pat, Babi e Eu)

O único que faltou foi o papai da Manuela, vulgo Luiz, meu namorado, que infelizmente não pôde estar presente neste encontro. Mas tenho certeza de que não faltará oportunidades para novos encontros, e ele poderá comparecer!

Só tenho a agradecer aos novos amigos pelo dia que tivemos, foi muito legal! É uma pena que os amigos do Sul não fiquem mais tempo e tenham que voltar.

E aos papais e mamães de outros anjos, que desejam se conhecer ou pelo menos querem ter contatos para conversar, podem acessar o blog EMPA, ou até mesmo este blog, que também está aqui para te ajudar!

Um grande beijo pra todos vocês e vamos continuar ajudando uns aos outros!


05 de Janeiro de 2010 - 4 meses que você se foi...

Minha anjinha querida, quanta falta você me faz... quanto vazio há dentro de mim, um pedaço que me foi tirado, arrancado, sem que eu quisesse ou pudesse impedir. Mas sei que você está bem, e está bem melhor onde está agora, por isso não fico tão mal, só que você me faz muita falta e isso ainda dói muito!

Hoje, faz quatro meses que você me deixou... tanto tempo sem você, nem sei como estou conseguindo aguentar tudo isso. Tem dias que são mais fáceis, e outros que são muito ruins, mas a mamãe está seguindo em frente, por você! Porque te amo infinitamente, e não quero que você fique triste daí de cima.

Filha, será que se você estivesse viva, você já estaria em casa comigo e com toda nossa familia? Ou será que ainda estaria dentro de um hospital?

Isso não sai da minha cabeça! Em mais alguns dias, você completaria cinco meses de vida, e fico pensando se você estivesse esse tempo todo internada no hospital. Como você estaria? Como seria nossas vidas?

Não gosto nem de imaginar, porque nunca iria querer ver você sofrer tanto, meu amor! É nessas horas que percebo o agir de Deus em nossas vidas, e consigo entender um pouco o porque Ele tirou você de mim. É difícil de aceitar, mas tenho que compreender o que Deus fez, e pensar que foi o melhor pra você! Agora você está no céu dos anjinhos, com todos os seus amiguinhos... com a Anita, com a Ritinha, o pequeno Enzo e todos os outros anjinhos, assim como você!

Eu só quero te dizer mais uma vez, e mais outra e outra... que eu te amo muito, minha estrelinha. Te amo tanto que não posso definir com palavras, nem imagens, nem som... te amo além do mundo. Te amo e sinto muito a sua falta.

Este é só o quarto mês que estou sem você, e vou ter que conviver com isso o resto da minha vida. Enquanto isso vou tentar viver, e espero ansiosamente o dia do nosso reencontro.

Nunca esqueça da mamãe, minha pequena flor, nem do papai, pois ele também te ama muito. Que Deus te abençoe!



segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

EMPA - Encontro de Mães e Pais de Anjos

Blog "EMPA"

O blog EMPA foi feito pelas amigas Pat, mãe da Ritinha e pela Babi, mãe da Anitinha, para tentar promover encontros entre pais de anjos, ou para tentar de alguma forma ajudá-los!

Entrem no site do blog e façam parte, e se conhecem pessoas que passam pela dor de perder seus anjinhos, recomendem este blog!

Abçs!

Recomeçar

Inicio de ano é sempre um bom momento para se começar algo, ou no meu caso, recomeçar... tudo de novo!

Recomeçar a minha vida, meus planos, meus sonhos... Recomeçar do zero! Partir do inicio, mas um inicio que já havia sido começado antes... e que foi brutalmente interrompido.

Preciso viver minha vida, correr atrás do prejuízo, batalhar novamente por tudo aquilo que quero e mais ainda, tentar tornar realidade os meus planos que tiveram que ser cancelados, ou que ficaram estagnados.

É hora de voltar a trabalhar, isto é, tentar encontrar um trabalho... é hora de pensar em voltar a estudar, ou melhor, dar continuidade ao que já comecei, para que mais tarde possa atuar naquilo que almejei.

Este tem que ser o ano de tentar recuperar a minha alto estima, a vontade de viver, de voltar a ter aquele brilho nos olhos, olhar lá na frente e ver que tudo valeu a pena e deu certo!

Não posso viver com meu luto o resto da minha vida, tenho que dar seguimento em minha vida, até porque tenho certeza de que isso é o que minha filha quer, e está me ajudando para que eu consiga.

Pra sempre ela estará em meu coração e é por ela que sigo em frente, e tenho certeza de que vou vencer todos os obstáculos que aparecer, pois o maior deles eu já vivi recentemente, e diariamente luto para me recuperar.

É hora de recomeçar...


sábado, 1 de janeiro de 2011

01 de Janeiro de 2011

Sabe, não desejei nada para este ano. Não quero me frustrar como da última vez, quando desejei muitas coisas, e me deparei no último dia do ano no mesmo lugar que me encontrava há um ano atrás.

Não imaginava passar tudo que passei, mas pensava que tudo iria dar certo no final, mas não deu!

O que quero em 2011 é que não só eu, mas todas as mamães e papais de anjos que se foram neste ano, possam ter um pouco mais de alegria, que possam ter a dor dentro de si diminuídas, pois passar nunca vai passar.

Eu gostaria que nós, e todas as pessoas que estiveram envolvidas direta ou indiretamente com cada causa possam ser abençoados de alguma forma para que, quem sabe, possa ser minimizado esse vazio que temos dentro da gente!

Espero que em cada uma dessas pessoas possam ser renovados o sentimento de esperança, para uma vida melhor este ano.

Que 2011 seja mais de alegria do que de tristezas... mesmo que ocorram algumas tempestades em nossas vidas, mas que o sol do novo dia possa brilhar cada vez mais firte, aquecendo nossos corações!

Que Deus abençoe e proteja a todos vocês!
Bjs